CRÓNICAS

 

Confluência

11-05-2022

Não sei exatamente onde se juntam a ribeira de Sor e a ribeira de Raia: algures na freguesia do Couço. Mas sei onde passa o rio Sorraia e que este rio tornou-se um atrativo para a pesca desportiva e para a canoagem, graças aos açudes a montante e a jusante que aprisionam a água. Também sei que este rio se...

Quando eu era pequena, havia na minha aldeia umas manias, talvez melhor superstições, quanto ao que uma donzela não podia fazer na fase "daquilo" (raramente se ouvia menstruação). Nesse período perigoso, não se podia tomar banho nem comer azeitonas pois ficar-se-ia com a cara cheia de borbulhas. Também era totalmente proibido falar sobre "isso"...

"Envelhecer é o único meio de viver muito tempo" parece-me uma verdade monsieur de La Palisse, mas será mesmo? E quando um segundo vale uma vida? E quando um segundo nos envelhece trinta anos? E quando aos dezoito já temos cabelos brancos? E já não temos alguns dentes? E aos vinte e cinco estamos calvos, ou quase, e nos desforramos...

Foi com uma alegria indescritível que recebi a notícia de que o meu filho e nora esperavam um bebé, novo elemento para a família.

Chego a casa, tarde...stressada...o contrato ainda a reboque dos meus pensamentos...e quase tropeço nele...

Quando nos casámos, tínhamos um grupo de amigos enorme. Era raro o fim de semana em que não houvesse festança! Após o nascimento dos filhos continuámos a conviver, pois os rebentos andavam todos nas aulas de ténis no clube onde os pais iam jogar. As mães ficavam em alegre cavaqueira na esplanada. Geralmente almoçávamos por lá, mas a união...

Olhar o Céu

06-01-2022

Quando era pequeno passava muito tempo a olhar o Céu, particularmente à noite e sobretudo quando a iluminação em redor era menos intensa, distinguindo milhares de estrelas e até alguns planetas. Perscrutava também as constelações mais conhecidas, cuja eventual identificação apontava a familiares e amigos.

Natal Tropical

17-12-2021

Francisco Machado saiu de Lamas, freguesia de Braga, a caminho do Brasil, num camarote de terceira classe do Infante Dom Henrique, que largou ferro do Porto de Leixões rumo ao Rio de Janeiro em 6 de Março de 1964. Na bagagem, a mulher e um filho de sete anos. Como tantos outros, aterrou na Praça Mauá à procura de melhor...

Alentejano de quatro costados e descendente de lavradores de há muitas gerações fez pela sua vida o que os seus antepassados faziam bem e com entrega. Nasceu em 1918, num monte perto de Moura e cresceu arrimado à sua convicção de ser único, livre e autêntico. Sem rebeldias, mas com o vasto horizonte e o cosmo entranhado no seu ser,...

Ninguém vem simplesmente ao caminho de Santiago. Há sempre um motivo para o fazer. As motivações que levaram cada um de nós a empreender esta caminhada são múltiplas e variadas. E só cada pessoa as conhece verdadeiramente.